Sobre tudo

Cronistas da Cidade na Casa Mario de Andrade

24 de janeiro de 2017

Amanhã será dia 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo.

463 anos!

Estou muito contente porque vou apresentar meu espetáculo “Cronistas da Cidade”; roda de samba, poemas, esquetes de radionovelas e curiosidades sobre nossa metrópole.

O local é dos mais especiais; a casa em que viveu Mario de Andrade e que ele chamava de carinhosamente de ‘coração perdido’.

Situada na Barra Funda, foi projetada por Oscar Americano.

Mario, grande cronista de nossa cidade, sua musa inspiradora!

Barra Funda, um bairro que tem muita história para contar.

Sempre e muito ligada ao samba, às manifestações populares, onde nasceu o primeiro cordão carnavalesco da cidade.

Pois amanhã seremos recepcionados por Mario de Andrade, ele mesmo, na pele de Pascoal da Conceição, que cederá sua casa para contarmos histórias de nossa metrópole na visão de Adoniran Barbosa, Paulo Vanzolini, Germano Mathias.

Adoniran entra também como popular ator de radionovelas da Record. Seus personagens eram baseados nas pessoas que ele via e conhecia nas suas andanças por São Paulo. O roteiro das radionovelas eram escritos pelo genial roteirista e escritor Osvaldo Moles. Que dupla!

Vanzolini, o erudito Vanzolini, descrevia nas letras de suas canções não só a cidade mas também a boemia e seus tipos boêmios.

O que pouca gente sabe é que ele era também poeta e escreveu um livro “Tempo de Cabo”, utilizando em seus versos o “paulistês”, mistura de sotaques que se ouvia por aqui na época da grande imigração e um pouco depois.

As ações descritas em seus poemas acontecem nesta cidade com personagens muito típicos daqui. Bem-humorados ou nostálgicos, os poemas deixam transparecer o olhar apaixonado deste cronista; são verdadeiras declarações de amor por São Paulo e sua gente!

cartazete Cronistas na Mario

Arte para Cronistas da Cidade de Rodrigo Terra.

Dani_bannerCronistas

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe uma resposta