Arquivo mensal

julho 2020

Sobre tudo

Da minha casa para as suas

8 de julho de 2020
Poética 2, Vinícius de Moraes: “Com as lágrimas do tempo, E a cal do meu dia, Eu fiz o cimento da minha poesia, E na perspectiva da vida futura, Ergui em carne viva, Sua arquitetura, Não sei se é casa, se é torre, Ou se é templo, Um templo sem Deus, Mas é grande e clara, pertence ao seu tempo, Entrai, irmãos meus!”

Costumo escrever neste blog sobre lugares escondidos e peculiares da nossa cidade. Só que agora, durante esta pandemia que tem nos mantido em casa, isto não faz sentido. O que passou a fazer sentido para mim...   continuar lendo